segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

80º Sorteio Literário


A amoralidade diante da maldade. O instinto na condução da trama, com uma certa dose de automartírio. A história de Joana — não a Virgem d’Orleans, mas a personagem de Clarice Lispector nesta obra de estréia, marcou a ficção brasileira em 1944. A narrativa inovadora (ainda hoje) provocou frisson nos círculos literários. A técnica de Clarice Lispector funde subjetividade com objetividade, alterna os focos literários e o tempo cronológico dá lugar ao psicológico (o presente entremeado ao intermitente flashback). A prosa leve discorre com fluência e fluidez nos meandros da protagonista, na sua visão de mundo e interação com os demais personagens. Tudo isso revelou Clarice Lispector como mais que mera promessa na prosa da Geração de 45. É o texto do sensível e do imaginário, ora enfrentando ora diluindo-se aos incidentes reais de Joana. Deve-se ler a obra com instrumentos de anatomia: usa-se bisturi para dissecá-la e pinça para estudar os personagens como órgãos autônomos, que se ligam por estranhas artérias e nervos à personagem de coração e cérebro Joana. São eles: o pai prematuramente falecido, incentivador das brincadeiras na infância; a tia assustada com as estripulias da órfã, a quem chama de víbora; o tio fazendeiro, afetuoso com Joana e abúlico diante das reclamações da mulher; o professor confidente e orientador (como a paixão da puberdade); Otávio, o rapaz que se casa com Joana ao romper o noivado com Lígia, de quem posteriormente se torna amante; Lígia, grávida de Otávio, conta tudo à protagonista; o homem sem nome, sustentado pela mulher, participante silenciosa do romance clandestino e sem compromisso dele com Joana. A leitura é caleidoscópica. A protagonista ora tem uma cor, ora outra, conforme o momento ("real" ou onírico). As cores dançam no enredo misturado ao cenário e às sensações da menina-mulher-amante. Joana desfila na vida dos outros personagens, destilando o veneno de víbora, instilado com ironia e respostas cruéis diante dos fatos. A leitura também é lúdica, quando o leitor tenta adivinhar o que a autora preparou páginas adiante e se surpreende com o que presencia.

--------------------------------------------------------------

Toda sexta-feira, após as 17 horas, o Programa de Valorização do Servidor (PVS) faz o sorteio de livros para os servidores do MEC.
Nesta sexta-feira, faremos o sorteio do livro "Perto do Coração Selvagem", de Clarice Lispector.
Para concorrer, basta inserir, até as 17 horas do dia 23 de janeiro de 2009, um comentário no Blog da SAA (http://www.blogdasaa.blogspot.com/), na postagem intitulada 80º sorteio literário, informando:
a) nome completo;
b) lotação; e
c) telefone para contato;
O sorteio será aberto ao público e realizado na Sala de Reuniões da SAA e o nome do sorteado será divulgado, imediatamente após a realização do sorteio, no Blog da SAA.

33 comentários:

Paulo disse...

Olá, gosto muito de Clarice... será que agora eu ganho?

Paulo Silva
SEB
Ramal 8098

Boa sorte para mim!!! hehehe

Anônimo disse...

Thomaz Napoleão
CAI/SESu
Ramal 8006

Anônimo disse...

Eu queroooooooooo! É meuuuuuuuuu!


Rosânia

SESu

ramal: 8600

Anônimo disse...

Carolina C. M. Cavalcante
SPO
Ramal 8595

Anônimo disse...

Já está na hora de ser sorteado...
Rafael Ferrari
GM
9230

Anônimo disse...

Thaís Ninômia Passos
CNE
6169

Anônimo disse...

Mais uma tentativa!!!
Maria Rosângela
R. 9537
ACS/GM

Anônimo disse...

coração selvagem...deve ser uma "parada"!

João Nelson
ReMEC SP
11.2823.1752

Anônimo disse...

Ana Cristina Souza da Silva
CGSUPREV
Ramal: 7909

Anônimo disse...

Helena Rodrigues de Oliveira
CNE
6053

Anônimo disse...

Maria José Carvalho Souza
CGG/COLEP
8335

Anônimo disse...

Ethel Zuboski
SEED/DPCEAD/TV ESCOLA
Ramal: 9688

Pat disse...

Patricia Vieira
DAEB
37793308

Anônimo disse...

Luciana Neres Rodrigues
CNE
6326

Gerson Cabral disse...

Meu povo e minha pova... eu voltei....
Voltei para ganhar.... mais um livro...

Gerson Cabral
9452
setec

Anônimo disse...

Ana Cíntia Vieira
UAB
9734

Anônimo disse...

Amanda Dominici
DITEC/SEED
9179

Anônimo disse...

Daniela Ramos
SECAD
6098

Anônimo disse...

Se é de Clarice Lispector leio com mais alegria e atenção, pois com suas obras enriqueço ainda mais meu linguajar e cultura


Marcelo Freire Costa
Analista de Sistema
MEC/SE/DTI
Ramal: 5294

Anônimo disse...

"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome"

éveri
SEB/CGFORM
Ramal 9568

Darlana Godoi disse...

Clarice escrevia com o coração, quero este livro perto do meu...

Darlana Godoi
UAB
3456

Anônimo disse...

Eu quero!!!
Daiane Lopes
Secad
9488

marcia disse...

Hoje, dia 20/01, é o meu niver, gostaria muito de ser presenteada com um livro da Clarisse. Será que eu ganho?

Márcia Silveira
SEESP
RAMAL 9266.

Anônimo disse...

Rondomar Silva França
DTI
Ramal 1783

Clarinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Clarinha disse...

Maria Clara Machado
ACS/GM
7827

Anônimo disse...

Regina de Oliveira
SEB
Ramal 8813

Magda Beatriz disse...

Quero ganhar ...

Magda Beatriz
CNE/PROTOCOLO
Telefone: 2104.6313

Anônimo disse...

Olá,é um prazer participar do Blog da SAA,espero ganhar esta obra de Clarice.
Abraços,

Eliane de Paula
UAB/SEED
Ramal:3456

Maria disse...

Será que eu ganho???????????
Maria da Paz Ribeiro de Oliveira
MEC/SEB
Ramal: 3807

Tatiane disse...

Tatiane Bertoldo
SAA/CGRL/GAB
8229

Anônimo disse...

Aline Alves
CNE/SE
6085-6339

Maria disse...

Está na hora de ser sorteada...
Maria da Paz Ribeiro de Oliveira
MEC/SEB
Ramal: 3807