domingo, 26 de agosto de 2007

Cultura Organizacional: uso do crachá

Sinopse da campanha para fomentar o uso do crachá nas dependências do MEC:

24/ago/2007: envio de Memo-Circular aos órgãos e de Ofício-Circular às entidades vinculadas solicitando a divulgação da Norma Operacional Nº 01, de 30 de abril de 2001, nas áreas.

Semana de 27 a 31/ago/2007: distribuição de "mosquitinhos" nas portarias com o seguinte conteúdo:

Ministério da Educação
OBRIGATÓRIO O USO DO CRACHÁ

Conforme a Norma Operacional Nº 01, de 30 de abril de 2001:

Art. 6º O acesso e permanência de qualquer pessoa nas dependências do Ministério somente é permitida após prévia e devida identificação e uso de identificadores de acesso específicos.

§ 1º Todos, sem exceção, estão obrigados a portarem seus identificadores de acesso em lugar de fácil visibilidade conforme orientação dada pela equipe de segurança.

§ 2º O servidor, estagiário, prestador de serviço e o funcionário de empresa concessionária ou terceirizada que se negar a portar seu identificador de acesso fica sujeito às penalidades previstas em legislação específica.

Obs.: A íntegra da Norma Operacional está disponível na internet no endereço eletrônico
http://blogdasaa.blogspot.com/2007/08/ministrio-da-educao-secretaria.html

Semana de 03 a 06/set/2007: implantação de sistemática de abordagem e identificação de pessoas que estejam circulando nas dependências do Ministério sem o identificador de acesso (crachá) pela equipe de segurança.

Semana de 10 a 14/set/2007: análise crítica das sugestões e do registro de ocorrências.

Semana de 17 a 21/set/2007: implantação da nova sistemática de identificação e controle de acesso e permanência de pessoas no MEC.

7 comentários:

Anônimo disse...

Gostei do § 1º do art. 6º, especialmente do "Todos,sem exceção" pois o normal é vermos "Todos, com exceção.."
Parabéns pelo tratamento isonômico.

Anônimo disse...

Disciplina e organização são a base de procedimentos de segurança. Nada mais natural que as pessoas circulem identificadas, não atrapalha o figurino em nada...

Anônimo disse...

Gostaria de registrar que várias vezes vejo crachás diversos, de várias formas e modelos, existe afixado nos quadros de mensagem os modelos, por que não confeccionar-los para todos sem exceção também.

Paulo Mayall disse...

Gostaria de lembrar que meu crachá foi fornecido sem cordão nem prendedor desde o dia em que entrei no MEC. Como perdi o cordão que eu mesmo comprei, não pretendo comprar outro. Ando com o crachá no bolso.

Anônimo disse...

Espero mesmo que seja TODOS, SEM EXCEÇÃO!!!! Um dia fui barrada alegando que meu crachá estava em minha sala e o guarda me obrigou a pegar um na portaria. Até aí tudo bem, se não tivesse passado na mesma hora um "amiguinho" do tal guarda que o liberou sem problema a entrar no MEC mesmo sem estar portando o crachá.

Luciana disse...

Acho que um incentivo - e um regalo aos funcionários, porque todos gostamos - era promover uma troca das correntes de pescoço dos crachás. Estou aqui a menos de um ano e a minha já está gasta. Ganhar uma nova poderia incentivar o uso.

Espartaco-MEC disse...

Informo que o cordão do MEC (com o jacaré) pode ser solicitado junto às Portarias do edifício sede e Anexos, ou solicitado pelas áreas de apoio ao Almoxarifado Central.
[ ]s.